Cidade e Cidadania em Portugal

Parcerias e redes internacionais

O projecto "Cidade e Cidadania em Portugal" colabora com a rede de investigação internacional Fiscal Austerity and Urban Innovation (FAUI), que representa o maior projecto internacional relativamente à governação local, coordenado pelo Professor Terry Nichols Clark, do Departamento de Sociologia da Universidade de Chicago.
Página do projecto FAUI – http://faui.uchicago.edu/archive.html

Outros observatórios a trabalhar em domínios similares ao do projecto:

  • Observatório Urbano Global
    O propósito da criação deste Observatório passa pela necessidade de “melhor informação para melhores cidades”, procurando apoiar e desenvolver sistemas de informação e parcerias que possam contribuir para melhores políticas urbanas e, sempre que possível, implementando processos de envolvimento dos cidadãos nestas escolhas.
    http://ww2.unhabitat.org/programmes/guo/default.asp
  • Observatório das Metrópoles
    “O Observatório das Metrópoles é um grupo de pesquisa que trabalha na forma de uma rede, e, reune pesquisadores de instituições dos mais variados campos […] Atuamos identificando as tendências convergentes e divergentes entre as metrópoles, geradas pelos efeitos das transformações econômicas, sociais, institucionais e tecnológicas.”
    Coordenador: Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro (cesar@ippur.ufrj.br)
    http://web.observatoriodasmetropoles.net/
  • Observatório do Mundo Local
    Leva a cabo estudos relacionados com o Poder Local, procurando melhorar o conhecimento da realidade da região da Andaluzia e suas relações com outros níveis de governação, contribuindo para desenvolver a comunicação entre os autarcas e outros decisores responsáveis pelo desenvolvimento de projectos locais e urbanos, no plano internacional.
    http://www.mundolocal.org/mlc/ingles/purposes1.htm
  • Globalization and World Cities Research Network
    http://www.lboro.ac.uk/gawc/

Outras iniciativas relevantes:

  • Colóquio Internacional "Arts et Territoires: Vers une nouvelle economie culturelle?"
    Institut National de la Recherche Scientifique (Québec)